Nutrição

Notícias

Reabilitação Física: Residência, áreas de atuação, remuneração e mais!

Reabilitação Física: Residência, áreas de atuação, remuneração e mais!

As pessoas com deficiência têm necessidades específicas conforme suas trajetórias. Aquelas que nascem já com algum tipo de limitação física precisam de cuidados e suportes diferentes daquelas que adquiriram a deficiência ao longo de sua vida. É com foco nessas pessoas e suas demandas que atuam os profissionias especializados em Reabilitação Física.

As ações e serviços de reabilitação pode ser ofertadas em diferentes pontos da rede pública de saúde, mas se concentram em maior quantidade nos Centros Especializados em Reabilitação (CER). São nesses espaços que são realizados diagnóstico, tratamento, concessão, adaptação e manutenção de tecnologia assistiva.

Os CERs geralmente se organizam a partir da combinação de pelo menos duas modalidades de reabilitação, entre auditiva, física, intelectual e visual. Mas pode haver unidades com modalidade única de reabilitação, que são aquelas especializadas ou em reabilitação auditiva, ou em física, ou intelectual, ou visual, ou estomia ou múltiplas deficiências.

É na Residência Multiprofissional em Reabilitação Física que os profissionais de saúde são capacitados a atuar nessa área, tão importante da rede pública de saúde.

O programa tem duração de dois anos, carga horária de 5.760 horas, divida em 80% prática e 20% teórico-prática. Todos os residentes recebem bolsa-auxílio de R$ 3.330,43.

Podem se candidatar ao programa profissionais de áreas como Enfermagem, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Nutrição, Psicologia, Serviço Social e Terapia Ocupacional.

Navegue pelo índice abaixo para saber mais sobre a Residência em Reabilitação Física.

1. Breve histórico sobre Reabilitação Física no Brasil;
2. Como funciona a Residência em Reabilitação Física;
3. Processo seletivo da Residência;
4. Onde fazer Residência em Reabilitação Física;
5. O que é esperado do especialista em Reabilitação Física?;
6. Como se preparar para a Residência em Reabilitação Física.


CONHEÇA TODAS AS RESIDÊNCIAS ABERTAS EM TODO O BRASIL!


1. Breve histórico sobre Reabilitação Física no Brasil

A Reabilitação Física é uma especialidade que tem como público-alvo indivíduos com deficiência temporária ou permanente; progressiva, regressiva ou estável; intermitente ou contínua.

No Brasil, ela é regulamentada pelo Plano Nacional de Saúde da Pessoa com Deficiência (Portaria nº 1.060, de 5 de junho de 2002) e, dentro do Sistema Único de Saúde (SUS), suas diretrizes constam na Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência.

Essas normas reúnem iniciativas e serviços que têm como foco o desenvolvimento ou ampliação da capacidade funcional dos usuários da rede.

O objetivo da equipe multidisciplinar é desenvolver potencialidades, talentos, habilidades e aptidões físicas, cognitivas, sensoriais, psicossociais, atitudinais, profissionais e artísticas que permitam ao paciente ter autonomia dentro da nossa sociedade.

Ao fim e ao cabo, a intenção é que o usuário possa participar das atividades sociais em condições e oportunidades semelhantes às dos demais cidadãos.

Diferentes categorias profissionais se organizam na Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência. Além da Medicina, são elas: Enfermagem, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Nutrição, Psicologia, Serviço Social e Terapia Ocupacional.

Todos trabalham em diferentes pontos da rede de saúde, como Atenção Básica, Atenção Especializada em Reabilitação Auditiva, Física, Intelectual, Visual, Ostomia e em Múltiplas Deficiências, e Atenção Hospitalar.

Na Atenção Básica, porta de entrada no sistema de assistência pública, o cuidado se concentra também nas crianças.

A equipe de Reabilitação Física deve estar atenta, por exemplo, à identificação precoce das deficiências, por meio de qualificação do pré-natal e da atenção na primeira infância; ao acompanhamento de recém-nascidos de alto risco até os dois anos de vida e em promover tratamento adequado àquelas diagnosticadas.

Foco também em promover educação em saúde para prevenção de acidentes e quedas, além de apoio e orientação às famílias e aos acompanhantes das pessoas com deficiência.

2. Como funciona a Residência em Reabilitação Física

A Residência Multiprofissional existe para capacitar profissionais de saúde conforme as demandas da rede pública de saúde do país ou de uma determinada região.

Da mesma forma que a Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência prevê uma abordagem interdisciplinar, a Residência em Reabilitação Física tem como princípio a formação e atuação conjuntas de profissionais de diferentes áreas, como Enfermagem, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Nutrição, Psicologia, Serviço Social e Terapia Ocupacional.

A formação é uma especialização lato sensu caracterizada pelo treinamento em serviço, que exige dedicação exclusiva ao longo de dois anos. Ao final do programa, o profissional de saúde terá cumprido 5.760 horas de aprendizado, sendo 80% prático e 20% teórico-prático.

No dia a dia do programa de Residência em Reabilitação Física, são 60 horas de trabalho por semana em unidades de saúde, lidando diretamente com o usuário da rede pública. Para tanto, o residente recebe bolsa-auxílio mensal de R$ 3.330,43.

3. Processo seletivo da Residência

As vagas para Residência em Reabilitação Física são abertas anualmente. Cada instituição é responsável pela elaboração e divulgação dos seus processos seletivos, que podem sofrer variações de acordo com o estabelecido em cada edital.

Mas, de modo geral, o processo de seleção costuma ser composto por pelo menos uma das etapas a seguir:

Prova objetiva

A prova objetiva está presente na grande maioria dos editais de Residência em Atenção Cardiovascular.

Costuma ser a primeira etapa do processo seletivo e possui caráter eliminatório e classificatório. Ou seja, se fizer pontuação menor àquela indicada no edital, o candidato é eliminado; e a pontuação feita na prova indicará a posição diante dos demais candidatos.

Essa prova é composta de questões objetivas relacionadas a conhecimentos gerais sobre o programa de residência e conhecimentos específicos à área de atuação.

Prova dissertativa

A prova dissertativa costuma se apresentar como a segunda etapa do processo seletivo para entrar em um programa de Residência em Atenção Cardiovascular.

Na maioria das vezes, tem caráter classificatório e apresenta uma situação problema ou um estudo de caso vinculado à área profissional do candidato.

Prova de títulos

A prova ou avaliação de títulos também está muito presente nos processos. Geralmente, é a última etapa das seleções de novos residentes.

Neste momento são avaliados histórico acadêmico, atividades extracurriculares, realização de pesquisas, publicações de artigos, entre outros itens que também costumam ser descritos no edital.

Cada atividade realizada corresponde à uma pontuação específica e a soma dos pontos de seu currículo será considerada na classificação final do processo seletivo.

Entrevista

A entrevista também é uma etapa possível no processo seletivo. Geralmente, ela ocorre no mesmo dia que a prova de títulos.

Nesse momento, o responsável pelo programa de residência da instituição fará perguntas gerais sobre comportamento, histórico profissional e vida do candidato, assim como testará questões mais específicas, diretamente relacionadas à área de atuação, como em uma prova oral.

Todas essas etapas e suas formas de avaliação e aplicação podem variar de acordo com cada instituição de ensino. Por isso, um dos primeiros passos da preparação para a Residência em Atenção Cardiovascular é estudar profundamente o edital da instituição em que pretende se inscrever e entender bem quais são as etapas e as competências cobradas.

O cronograma completo do processo, incluindo data das provas, do resultado final e do início do Programa (geralmente é início de Março), são divulgados no edital de abertura da Residência. No mesmo documento há informações sobre taxa de inscrição, quadro detalhado das vagas ofertadas, conteúdos cobrados nas avaliações, dentre outros.

4. Onde fazer Residência em Reabilitação Física

Agora que você já conhece um pouco mais sobre a Residência em Reabilitação Física, é importante que saiba onde pode se formar especialista na área. Confira algumas opções:

5. O que é esperado do especialista em Reabilitação Física?

As iniciativas de Reabilitação Física são ofertadas em qualquer ponto da rede pública de saúde, mas são nos Centros Especializados em Reabilitação que elas são disponibilizadas com mais frequência. Essas unidades de abrangência regional são qualificadas para atender as pessoas com deficiência e exigem equipes cujos profissionais possuam algumas habilidades:

  • Respeito aos direitos humanos e valorização da autonomia, independência e liberdade das pessoas com deficiência para que façam suas próprias escolhas;
  • Seja sensível para oferecer atenção humanizada e centrada nas necessidades do paciente;
  • Garantia acesso e qualidade dos serviços de saúde prestados;
  • Reconheça a importância da prática interdisciplinar no cuidado com o outro.

6. Como se preparar para a Residência em Reabilitação Física

O primeiro passo para a preparação é ter certeza de que área você quer seguir. Para isso, pesquise bem suas possibilidades e encontre o caminho que mais se encaixa com o seu perfil e com suas necessidades.

Leia conteúdos sobre, converse com colegas da área e pense bem em como e onde você se vê trabalhando nos próximos anos. Temos algumas matérias que podem te ajudar nessa escolha:

Depois que você tiver certeza do caminho que quer seguir, é preciso estudar bastante sobre a instituição e o programa de residência em que você irá se inscrever e elaborar um planejamento bem consistente de estudos.

Muita coisa? Calma, nós também podemos te ajudar nessa! Confira alguns conteúdos especiais para essa parte da preparação:

Em seguida, você precisará escolher um material completo, assertivo e bem direcionado para seu objetivo!

Ter uma fonte de estudos de qualidade te dará a segurança necessária para você otimizar seu tempo e ser mais produtivo, além de fornecer o conteúdo e as ferramentas ideais que te guiarão para a aprovação.

Quer algumas dicas de materiais perfeitos para te preparar para a Residência? Segue abaixo:

A gente sabe te aprovar!

Cadastre-se para ter acesso personalizado ao conteúdo completo da Sanar.
Cadastre-se para ter acesso personalizado ao conteúdo completo da Sanar.